O Grande Axioma da Vida

Se você não mudar quem você é, você continuará tendo o que sempre teve. “Fazer as coisas certas e não certas coisas” "Para ter mais amanhã, você precisa ser mais do que é hoje"


Há uma história muito interessante, chamada "O Tesouro de Bresa", onde uma pessoa pobre compra um livro com segredo de um tesouro.

Para descobrir o segredo, a pessoa tem que decifrar todos os idiomas escritos no livro. Ao estudar e aprender estes idiomas começam a surgir oportunidades na vida do sujeito, e ele lentamente (de forma segura) começa a prosperar.

Depois ele precisa decifrar os cálculos matemáticos do livro.

É obrigado a continuar estudando e se desenvolvendo, e a sua prosperidade aumenta. No final da história, não existe tesouro algum - na busca de segredo, a pessoa se desenvolveu tanto que ela mesma passa a ser o tesouro.

O profissional que quiser ter sucesso e prosperidade precisa aprender a trabalhar a sim mesmo com muita desciplina e persitência. Vejo com frequência as pessoas dando um duro danado no trabalho, porque foram preguiçosas demais para darem um duro danado em si mesmas.

Os piores são os que acham que podem dar duro de vez em quando. Ou que já deram duro e agora podem se acomodar.

Entenda: o processso de melhoria não deve acabar nunca. A acomodação é o maior inimigo do sucesso!!

Por isso dizem que a viagem é mais importante que o destino.

O que você é acaba sendo muito mais importante do que você tem.

A pergunta importante não é "quando vou ter?", mais sim, "no que vou me transformar?".

Não é "quanto vou ganhar", mas sim "quanto vou aprender?".

Pense bem e você notará que tudo o que tem é fruto direto da pessoa que você é hoje. Se você não tem o suficiente, ou se acha o mundo injusto, talvez esteja na hora de rever esses conceitos.

O porteiro do meu prédio vem logo à mente. É porteiro desde que o conheço. Passa 8 horas por dia na sua sala, sentado atrás da mesa. Nunca o peguei lendo um livro. Está sempre assistindo à TV, ou reclamando do governo, do salário, do tempo. É um bom porteiro, mas em todos esses anos poderia ter se desenvolvido e hoje ser muito melhor do que é. Continua porteiro, sabendo (e fazendo) exatamente as mesmas coisas que sabia (e fazia) dez anos atrás. Aí reclama que o sindicato não negocia um reajuste maior todos os anos. Nunca consigui fazê-lo entender que as pessoas não merecem ganhar mais só porque o tempo passou. Ou você aprende e melhora, ou merece continuar recebendo exatamente a mesma coisa.

Produz mais, vale mais? Ganha mais. Produz a mesma coisa? Ganha a mesma coisa. É simples. Os rendimentos de uma pessoa raramente excedem seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Às vezes alguns têm um pouco de sorte, mas na média isso é muito raro. É só ver o que acontece com os ganhadores da loteria, astros, atletas. Em poucos anos perdem tudo. Alguém certa vez comentou que se todo o dinheiro do mundo fosse repartido igualmente, em pouco tempo estaria de volta ao bolso de alguns poucos. Porque a verdade é que é difícil receber mais do que se é.

Como diz Jim Rohn, no que ele chama do grande axioma da vida: "Para ter mais amanhã, você precisa ser mais do que é hoje". Esse deveria ser o foco da sua atenção.

Não são precisos saltos revolucionários, nem esforços tremendos repentinos. Melhore 1% todos os dias (o conceito de "Kaizen"), em diversas áreas da sua vida, sem parar. Continue, mesmo que os resultados não sejam imediatos e que aparentemente/superficialmente pareça que não está melhorando.

Porque existe, de acordo com Rohn, um outro axioma: O DE NÃO MUDAR.

Se você não mudar quem você é, você continuará tendo o que sempre teve.

"Fazer as coisas certas e não certas coisas"

Texto: Autor desconhecido.
 

Sistemas Especialistas

Inteligência Artificial – Aula 2010-10-13 – Professor Helmuth Grossmann

Sistemas Especialistas

São sistemas com foco em uma área especifica, busca tomar uma decisão igual ou próxima ao de um especialista da área. São comuns em sistemas do mercado financeiro, controle de consumo cartão crédito...

Podem ser de dois tipos:
  • Baseados em Casos (SEBC): Possui um banco com diversas situações e suas soluções, ao resolver novos problemas busca por um caso similar ou igual para determinar a solução.
  • Baseados em Regras (SEBR): Aplica algumas regras para resolver a situação.

Sistemas especialistas possuem uma base de conhecimento e um sistema/motor de inferência (metodologia para encontrar solução) separados, podem tomar decisões lógicas sob imprecisão ou com falta parcial de informações. Para construir um SE é necessário primeiro sistematizar o conhecimento do especialista (criar a base de conhecimento), após permitir que o sistema aprenda (inserir novos casos ou regras) e ter um bom motor de inferência para localizar um caso similar ou (se não encontrar caso ou não usar casos) aplicar as regras.

Os especialistas devem resolver problemas difíceis, explicar os resultados, aprender, reestruturar seu conhecimento e determinar as características relevantes de seu conhecimento.

O primeiro sistema especialista (SE) foi o DENDRAL, em 1965, automatizava raciocínio sobre estruturas químicas, usado meio acadêmico. Depois (1976) veio o MYCIN, pioneiro no uso de fatores de certeza, conseguia ultrapassar um clínico de perícia médica no diagnóstico de pacientes com meningite utilizando critérios (regras) para identificar 3 diferentes causas, este foi o software que deu impulso para investimentos nos sistemas especialistas. Em 1982 também ficou bastante conhecido o XCON, usado para configurar sistemas computacionais complexos. A partir dos anos 90 muitos SE's passaram a utilizar a lógica fuzzy, em busca de soluções mais precisas, rápidas e confiáveis, os SE's passaram também a utilizar soluções mistas com casos e regras.

Em Singapura, desde 1980, SE's são utilizados em setores bancários, financeiro, manufatura... no Japão sistemas com lógica difusa estão crescendo nos eletrodomésticos, na Alemanha são utilizados principalmente em indústrias pesadas. Nos EUA os SE's tem ênfase para o problema de “solução de negócios” e sistemas “ativos”, sistemas colaborativos com ampla base de conhecimento e compartilhamento do mesmo, exemplo sistemas de suporte a equipamentos HP, Dell...

No Brasil podemos citar os SE's :
  • Análise de crédito bancário (Pereira, 1995);
  • Análise de hepatopatias crônicas (Vieira, 1996);
  • Análise química qualitativa de minerais (Fernandes, 1996);
  • Sistema de apoio ao diagnóstico de problemas em computadores (Grossmann, 2001);

Outros exemplos/possibilidades:
  • Cálculos de penas no sistema judiciário;
  • Prospecção e detecção de petróleo;
  • Manutenção de redes de energia;
  • Classificação de pisos cerâmicos (UFSC);
  • Análise da qualidade de amostras de milho;
  • Análise de motores de compressores;
  • Diagnóstico médico;
  • Cotações de seguros...

Bom pessoal, eu vou me dedicar a criar um SE para operações com análise técnica em bolsa de valores, é possível também criar com análise fundamentalista (não conheço muito), ainda não decidi se vou usar apenas com regras, com casos, misto (mais provável), com lógica fuzzy, redes neurais etc, ainda preciso estudar mais. Até!


Só no Brasil mesmo

KIT DO BRASILEIRO

*Vai transar?*
O governo dá camisinha.


*Já transou?*
O governo dá a pílula do dia seguinte.

 
*Teve filho?*
O governo dá o Bolsa Família..


*Tá desempregado?*
O governo dá Bolsa Desemprego.


*Vai prestar vestibular?*
O governo dá o Bolsa Cota.


*Não tem terra?*
O governo dá o Bolsa Invasão e ainda te aposenta.


*RESOLVEU VIRAR BANDIDO E FOI PRESO?*
Desde
de 1º/1/2010 O GOVERNO DÁ O AUXÍLIO RECLUSÃO?

*
esse é novo*   Todo presidiário com filhos tem direito a uma bolsa que, é de R$798,30 "por filho" para sustentar a família, já que o coitadinho não pode trabalhar para sustentar os filhos por estar preso.
 
Não acredita?

Confira no site da Previdência Social.


Portaria nº 48, de 12/2/2009, do INSS

(
http://www.previdenciasocial.gov.br/conteudoDinamico.php?id=22)

*Mas experimenta estudar e andar na linha pra ver o que é que te acontece!*


"Trabalhe duro, pois milhões de pessoas que vivem do Fome-Zero e do Bolsa-Família,  sem trabalhar, dependem de você"
Se vc é brasileiro passe adiante.
 Recebi por e-mail o conteúdo acima e resolvi compartilhar pois isso ai é uma verdade, tudo bem que tem muita miséria por ai, mas também tem muito malandro vivendo a custa dos outros, essas leis são tuqo que esses mer** pediram para o todo poderoso, quem trabalha e tenta construir capital sofre para conseguir alguma coisa, e quanto mais você tem, mais você paga pro governo, é complicado. O Brasil é uma país legal, tem muitos recursos e tal, mas essas coisas são complicadas e as vezes fico com vergonha de ser brasileiro, essa semana passou na bloomberg, os reportes dando risada que foi eleito um palhaço (Tiririca), e ainda levou mais 3 políticos juntos, nossa situação anda complicada... outro dia compartilharam um artigo no reader que também comenta sobre este assunto, vale a pena dar uma lida e refletir (http://www.mundogump.com.br/ai-que-saudade-do-macaco-tiao/). Até!